Eu definitivamente não sou o maior conhecedor de punk japonês, um título que eu deixo pro @vinidamazio (que colaborou com este texto) mas devo confessar que fiquei completamente ablublublé das ideia quando vi que a Relapse simplesmente teve a pachorra de relançar o primeiro disco do G.I.S.M., o PODEROSÍSSIMO Detestation.

Image for post
Image for post
Olha essa capa, caralho (foto de @vinidamazio)

Deus me livre e guarde de tentar fazer um texto extenso que abarque toda a VIDA E OBRA do G.I.S.M., que conta com duas personalidades absolutamente relevantes se você dá a mínima pro famigerado rolê punk/heavy: Sakevi Yokoyama, o frontman completamente doido que metia porrada se visse alguém com camisa da banda na rua, ameaçou gente com lança-chamas em show e dono de um dos vocais mais únicos que eu já ouvi na vida. O cara mia, urra, geme, grita, guincha, mete uns spoken word, faz tudo que você possa imaginar; junto dele, o finado Randy Uchida, responsável pela RIFFERAMA 100% heavyzêra que permeia o som da banda. …


Lembro quando ouvi o Gehenna pela primeira vez e de como a sonoridade da banda me impressionou. Eu já ouvia outras coisas além de hardcore, mas naquele momento era tudo muito bem marcado: Darkthrone era Darkthrone, Integrity era Integrity e assim por diante. Inclusive, foi obviamente por conta do Integrity e aquele papo de Holy Terror, estética errada, ocultismo, declarações polêmicas e a porra toda que acabei indo esbarrar no Gehenna.

O lance é que eu não estava preparado mesmo pro som que sairia das caixas quando dei play no Negotium Perambulans in Tenebris, primeiro material da banda que ouvi: definitivamente era hardcore, a raiva e a agressividade sem firulas lá estavam, mas o vocal tinha uma ferocidade que se aproximava e muito do black metal que cada vez mais me chamava atenção naqueles tempos. No decorrer das faixas, esse mesmo toque de maldade aparecia nos riffs e no clima de merda que permeava o disco inteiro. O negócio misturava tudo que mais me chamava atenção dentro da música naquela época, junto de uma atitude meio arrogante e filho da puta que só deixava tudo mais charmoso, meio edgy como a galera gosta de dizer hoje. Pirei, dei um jeito de conseguir os discos quando o dólar ainda era praticável e sigo pirando até hoje. Analisando os elementos separados, o Gehenna pode não parecer grandes coisas, ainda mais depois que todo mundo do hardcore parece ter passado a dar mais valor no famigerado ~metal extremo~, mas a soma das suas partes, pra mim, ainda soa feroz e único como da primeira vez que os ouvi. …


Antes de mais nada preciso deixar bem claro que sou 200% fanboy da série Metal Gear Solid desenvolvida pela japonesa Konami, isso desde que tive meu primeiro contato ainda com esta na época do PSX clássico. Foi o primeiro game que joguei (fora os JRPGs que sempre tiveram lugar cativo no meu coração) em que não dava pra simplesmente dar uma de Rambo e sair matando todo mundo na tua frente. Quer dizer, até dava, mas tu terias que ser excepcional no manejo das poucas (e fracas) armas que o jogo te oferecia no começo contra a miríade de inimigos que o game atirava pra cima de ti. …


O ano é 2015 e nunca foi tão fácil gravar uma demo, um disco, lançar um clipe ou seja lá o que for, com ferramentas gratuitas ou quase (estou falando daquele software baixado em torrent mesmo, seu malandrão) dá pra fazer uma produção profissa ou quase com custo próximo do zero, ou como no caso da minha banda, setenta reais e um COCÃO de dois litros (ó o merchan aí). Com a facilidade e maior acesso aos meios de produção, acho que facilmente nestes últimos anos temos visto um surgimento cada vez maior das famigeradas “bandas pra virar’’, ou seja, aquela em que nego faz de tudo pra que a música deixe de ser passatempo e vire um sustento de verdade. …


Image for post
Image for post
A bíblia (favor notar o MERCHAN da Ugra Press)

Antes de começar de verdade esta listinha, cabe lembrar de uma frase que ouvi proferida pela primeira vez pelo Kexo, da banda paulistana de metal da morte Infamous Glory:

O heavy metal é uma porta que abre para o nada.

Certo, com isso em mente podemos dar prosseguimento a esta humilde listinha de bandas do Death Metal sueco que acredito não terem ganho a atenção merecida, o que obviamente não seria nada fácil levando em conta que um mesmo país nos deu de presente clássicos atemporais do metal sujismundo do calibre de Entombed, Grave, Dismember, At The Gates e por aí vai. Vamo lá? …


Em tempos de problematização intensa (e necessária, visto que a gente fala muita merda mesmo sem nem perceber, bicho) flagrei-me pensando a sério nas possíveis implicações e desdobramentos daquele que é um de meus xingamentos favoritos: ARROMBADO. Tudo isso enquanto enfrentava um trânsito brutal de sexta-feira, na rota para pegar a namorada no trabalho.

ARROMBADO. Sonoro, gostoso, decididamente ofensivo. Rola com facilidade da língua. Exemplo em vídeo abaixo (+18):

Filho da puta, zé-buceta, borra-botas, paga-lanche. …


Por esses dias um amigo veio e me perguntou “Thiago, cê sabe por que o metal virou um antro de reacionarismo?” e deixa eu te dizer que esse lance ficou martelando na minha cabeça a ponto de incomodar, e muito. Mas pra poder chegar na minha resposta e explicar o porquê do meu incômodo com isso, é preciso um tiquinho de contextualização. Senta que lá vem história:

Eu cresci no meio do hardcore. Não com tanto envolvimento quanto eu gostaria, porque em Manaus sinto que a coisa toda não fruiu como deveria, sempre foram poucas as pessoas que se identificavam com meio, todo mundo meio que se conhece, muitos desencanaram, etc. Esse papo de cena que todo mundo sabe como é. Mas eu não estaria onde estou hoje, não seria quem eu sou e dificilmente pensaria como penso se não fosse pelo contato que tive com o punk logo cedo, lá por volta dos 13 anos, com hardcore melódico horrível e tal, o que já era um começo. …

About

Thiago Silva

Escrevo, traduzo, como, cozinho, reclamo, tenho bandas.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store